Google diz que começou a corrigir falhas de segurança em chips no ano passado - Link - Estadão