Funcionários da Amazon escutam as conversas da Alexa, diz agência

Segundo a reportagem da agência de notícias Bloomberg, uma equipe da Amazon escuta trechos de conversas de usuários para melhorar a tecnologia da assistente

Redação Link - O Estado de S. Paulo

Você pode ler 3 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você pode ler 3 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

A Amazon afirma que os funcionários não têm acesso direto a informações que poderiam identificar quem é o usuário da conversa Foto: Ruth Fremson/NYT

Centenas de funcionários da Amazon ao redor do mundo escutam trechos de conversas de usuários com a assistente de voz Alexa, revelou a agência de notícias Bloomberg nesta quinta-feira, 4. A equipe humana é responsável por analisar as conversas para melhorar a tecnologia da assistente – às custas da privacidade das pessoas. 

Segundo a reportagem, os funcionários transcreviam as gravações e compartilhavam o texto com outros setores da empresa. Alguns funcionários chegam a ouvir mais de mil áudios por dia, diz a Bloomberg. Tudo isso para melhorar a capacidade da Alexa de entender a fala humana. 

Continua após a publicidade

O time da Amazon que analisa os dados da Alexa tem funcionários em diversos países, incluindo Boston, Índia e Romênia. A Amazon nunca divulgou informações sobre como funciona essa atividade de revisão da Alexa.

Em resposta à reportagem, um porta-voz da Amazon disse que os funcionários não têm acesso direto a informações que poderiam identificar quem é o usuário da conversa.  A Bloomberg informou, entretanto, que algumas gravações eram associadas a dados como o primeiro nome do usuário e o número da sua conta da Amazon. 

“Toda a informação é tratada com alta confidencialidade, usamos autenticação de múltiplos fatores para restringir o acesso, serviço de criptografia e auditoria do nosso sistema de controle para proteção”, disse a Amazon à Bloomberg

CES 2019: conheça espelho inteligente e outros aparelhos ativados por voz

1 | 7 A Lenovo apresentou na feira um relógio-alarme inteligente, que funciona com o Google Assistant. Apesar de ter sido criado para ajudar o usuário a levantar da cama no horário certo, o dispositivo também realiza outras funções, como tocar músicas.  Foto: Lenovo
2 | 7 Os comandos de voz também são úteis na cozinha. A Gourmia lançou uma panela versátil que funciona com o Google Assistant – você pode dar instruções para cozimento, por exemplo. O aparelho também é integrado à Alexa e a um aplicativo que controla a panela. Ela está disponível por US$ 150.  Foto: Gourmia
3 | 7 A empresa Simplehuman anunciou na CES um espelho inteligente, que é integrado ao Google Assistant. O espelho consegue acender luzes e tocar músicas – é possível ouvir faixas de qualquer serviço de streaming, a partir de dispositivos conectados ao aparelho, por Bluetooth e Wi-Fi. O aparelho será lançado ainda este ano, com preço a partir de US$ 350.  Foto: Simplehuman
4 | 7  A empresas de produtos eletrônicos Anker estão investindo no uso de comando de voz em dispositivos para carros. O motorista pode controlar o Roav Bolt pela voz, enquanto mantém a atenção no trânsito. O dispositivo que até então tinha somente o suporte da Alexa, agora funciona também com Google Assistant. Com esse pequeno aparelho é possível tocar músicas, pedir sugestões de caminhos, fazer ligações e responder mensagens.  Foto: Anker
5 | 7 Com o objetivo de criar um aparelho que combine com a decoração da casa, a empresa Mui desenvolveu um pedaço de madeira inteligente, que, na prática, é uma caixa de som conectada, como o Amazon Echo Show e o Google Home Hub. A caixa de som estará disponível para compra na próxima semana, a partir de US$ 549.  Foto: Mui
6 | 7 A tomada inteligente Currant Smart Wall Outlet pode ser controlada tanto pelo Google Assistant quanto pela Alexa. O dispositivo analisa o consumo de energia e sugere quais aparelhos devem ser desligados para economizar energia. É possível também bloquear a tomada – função que pode ser útil para afastar crianças de aparelhos perigosos, por exemplo. O dispositivo será lançado nos Estados Unidos ainda este ano. Ainda não há informações sobre o preço.  Foto: Currant Smart Wall Outlet
7 | 7 A linha de luzes inteligentes da empresa GE serão integradas ao Google Assistant, para o controle de sensores inteligentes a partir de comandos de voz.  Foto: GE Lighting

 

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato