Uber, 99 ou Cabify: qual o melhor app de transporte para trabalhar

Aplicativos oferecem benefícios como seguro para morte e programa de descontos em restaurantes; porcentual pago aos motoristas varia entre 75% e 90% das corridas

Ana Luiza de Carvalho - O Estado de S. Paulo

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Candidato a motorista de aplicativo deve fazer bem as contas para não sair no prejuízo Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou, no último dia 11, que os aplicativos de transporte passam a compor uma categoria diferenciada no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial no País. As novas regras começam a valer a partir de fevereiro de 2020 e representam o avanço dos apps de transporte na economia brasileira.

Para quem quer fazer uma renda extra ou mesmo se sustentar com o dinheiro dos apps de transporte, é preciso avaliar, além do retorno financeiro das corridas, benefícios e ferramentas de segurança.

 

Dependendo da plataforma, há algumas restrições curiosas: a Cabify, por exemplo, proíbe carros nas cores fúcsia, verde limão e laranja. Confira as características de Uber, 99 e Cabify e decida, de acordo com seu perfil, qual o melhor aplicativo de transporte para ser motorista:

48% dos internautas brasileiros já pagou por serviços, como Uber Foto: Hannah Mckay/Reuters

Uber

Porcentual das corridas: Anteriormente, motoristas do UberX recebiam 75% do valor das corridas. Já os motoristas do UberBlack recebiam 80%. Esse sistema, porém, foi alterado: a Uber afirma que não possui mais porcentual fixo de repasse, mas sim um sistema que remunera o motorista de acordo com tempo e distância da viagem. Segundo a empresa, “o ganho líquido do motorista parceiro não foi alterado"

Requisitos para cadastro: Carteira Nacional de Habilitação definitiva, Permissão de exercício de atividade remunerada (EAR), Consulta de antecedentes criminais, mmnimo de 21 anos de idade, envio do CRLV e conduzir veículo modelo 2008 ou mais novo, com ar condicionado, 4 portas e 5 lugares. 

Benefícios: Seguro App – para morte (R$ 100 mil), invalidez (até R$ 100 mil) e despesas médicas hospitalares ocasionadas por acidente durante corridas intermediadas pela Uber (até R$ 15 mil)

Treinamento: Materiais informativos

Ferramentas de segurança: bloqueio de corridas consideradas perigosas de acordo com a inteligência artificial da plataforma, que se baseia no histórico de corridas da plataforma; checagem no Serasa do CPF de passageiros que selecionem pagamento apenas em dinheiro; botão do pânico que aciona a polícia; central de suporte 0800 24 horas por dia, sete dias por semana

Cancelamento de licença: O Uber tem vários motivos para cancelar a licença dos motoristas. Entre eles, estão: 

- Ficar online na plataforma e não aceitar corridas

- Fazer perfil falso ou duplicado

- Permitir que outro motorista utilize seu perfil ou usar carro de terceiros sem autorização

- Taxas de aceitação de corridas e avaliação positiva menores do que a referência do aplicativo para a cidade

- Taxa de cancelamento maior do que a referência do aplicativo para a cidade ou para a região do aeroporto em que a corrida foi recusada

- Manipular viagens ou contas com softwares de localização falsas

- Fazer corridas previamente combinadas, com pessoas que não são usuárias dentro do veículo ou com carro diferente do cadastrado

- Pedir avaliação positiva para os clientes

- Dirigir embriagado ou cometer qualquer outro crime ou contravenção penal

- Fazer propaganda de outros apps de transporte durante as corridas

- Recusar animais de serviço, como cão-guia

- Praticar discriminação, assédio sexual ou violência

- Portar armas de fogo

- Utilização indevida da marca

- Gravar os clientes sem o prévio conhecimento ou repassar informações pessoais deles para terceiros

A startup brasileira 99 foi adquirida pela chinesa Didi no início de 2018 por US$ 600 milhões Foto: Sérgio Castro/Estadão

99

Porcentual das corridas: assim como o Uber, a 99 afirma que não possui mais tarifa fixa por corrida, mas que "o novo sistema visa ampliar os ganhos do condutor", considerando tempo e distância percorrida

Requisitos para cadastro: Carteira Nacional de Habilitação definitiva, Permissão de exercício de atividade remunerada (EAR), Consulta de antecedentes criminais. Envio do CRLV, conduzir veículo modelo 2007 ou mais novo, dependendo da cidade, com quatro portas

Benefícios: Seguro APP (para morte, invalidez e despesas médicas hospitalares ocasionadas por acidente durante corridas intermediadas pelo 99); Cartão 99, para recebimento dos valores das corridas; centrais de apoio para motoristas, com área de descanso, banheiros e Wi-Fi (Casas 99); programa de descontos para cursos de graduação, consultas médicas, restaurantes, lava jatos, oficina e reciclagem de Carteira de Habilitação (Somos 99)

Treinamento: Materiais informativos online

Medidas de segurança: Bloqueio de corridas consideradas perigosas de acordo com a inteligência artificial da plataforma, que se baseia no histórico de corridas; central de suporte 0800 24 horas por dia, sete dias por semana

Cancelamento de licença: Má avaliação recorrente, pendências cadastrais e condutas inapropriadas

App do Cabify no celular  Foto: Cabify/Divulgação

Cabify

Porcentual das corridas: Os motoristas recebem 90% do valor das corridas

Requisitos para cadastro: Carteira Nacional de Habilitação definitiva, permissão de exercício de atividade remunerada (EAR), consulta de antecedentes criminais; envio do CRLV com seguro obrigatório em dia; veículo modelo 2013 ou mais novo, com ar condicionado e rádio MP3, nos modelos permitidos pela plataforma; aprovação em prova de conhecimentos após treinamento online; realização de exame toxicológico em uma das clínicas credenciadas

Benefícios: Seguro App (para morte, invalidez e despesas médicas hospitalares ocasionadas por acidente durante corridas intermediadas pelo Cabify, para todos a bordo do veículo)

Treinamento: Materiais informativos online

Ferramentas de segurança: Central de suporte 0800 24 horas por dia, sete dias por semana

Cancelamento de licença: A Cabify afirma que “busca ouvir todos os envolvidos em determinadas situações que forem reportadas. Entendendo o ocorrido, a empresa toma as providências necessárias, que variam desde suspensão até o bloqueio da conta”.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato