Nubank terá nova opção de investimentos para clientes NuConta

A partir desta terça, clientes poderão fazer investimentos em Recibo de Depósito Bancários (RDB), com garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) em até R$ 250 mil

Mariana Lima - O Estado de S. Paulo

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar a partir de R$1,90

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar a partir de R$1,90

A partir de hoje, a startup de serviços financeiros Nubank vai oferecer uma nova opção de investimento aos seus clientes: investimentos em Recibos de Depósito Bancário (RDB), que possuem rendimentos parecidos com o tradicional Certificado de Depósito Bancário (CDB) e cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), de até R$ 250 mil. 

O RDB é também o primeiro produto oferecido pela NuFinanceira, criada pela startup após receber aval do Banco Central para se tornar uma instituição financeira, no final de 2018. Por enquanto, a novidade estará disponível para uma fração dos 4,8 milhões de usuários da conta bancária da startup, a chamada NuConta. Segundo a empresa, o RDB só estará disponível para todos os clientes em duas semanas. 

Nubank apresentou a NuConta, sua conta corrente, no fim de 2017 Foto: Paulo Whitaker/Reuters

“Apostamos no nosso atendimento e na facilidade de uso do nosso aplicativo para atrair os jovens que nunca tiveram contato com produtos financeiros”, diz Vitor Olivier, vice-presidente de consumo do Nubank. “Só depois disso que vamos pensar em lançar novas opções de investimento.”

A opção é a segunda oferta de aplicação do Nubank – desde 2017, a startup aplica automaticamente os depósitos dos usuários da NuConta em dois tipos de títulos públicos federais, com promeça de 100% do CDI. Como diferencial, a aplicação tinha liquidez diária, mas não contava com proteção do FGC. A partir de agora, o usuário poderá escolher em qual das duas opções fará sua aplicação automática. 

O aplicativo também vai permitir que os clientes acompanhem os rendimentos diários e mensais. Na primeira tela, é possível ver informações básicas de saldo e de rendimentos. Caso deseje, o cliente poderá ver ainda um extrato detalhado dessas informações.

Investimento para quem quer começar

Para o consultor financeiro André Massaro, o RDB é uma boa opção para investidores que miram em baixo risco. “A diferença dos dois é que o RDB não possui liquidez nem permite transferência do papel”, diz. “Assim, é necessário esperar um tempo para sacar os valores investidos nessa aplicação.”

A startup, porém, garante que vai permitir liquidez diária também para os recursos depositados em RDB – que os valores poderão ser utilizados via transferência bancária, pagamento de boleto ou até mesmo com o cartão de débito  ou saque no Banco 24 Horas. A garantia da liquidez, segundo a empresa, é virá de seu próprio caixa, que se responsabiliza pelo pagamento.

De acordo com Massaro, a manobra não é comum no mercado. “O novo modelo funciona quase como um empréstimo, que usa o RDB como garantia”, diz. “Nunca vi esse tipo de operação estruturada acontecer na prática.”

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato