Nubank vai expandir sua operação para a Argentina

A empresa pretende atingir um público de 16 milhões de argentinos que não possuem acesso ao sistema bancário tradicional

Agências - Reuters

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Avaliado em US$ 4 bilhões, o Nubank começa a se expandir geograficamente Foto: Paulo Whitaker/Reuters

A fintech Nubank anunciou nesta quarta-feira, 12, abertura de operação na Argentina. A empresa pretende atingir um público de 16 milhões de argentinos que não possuem acesso ao sistema bancário tradicional.

O anúncio ocorre menos de dois meses depois que a companhia anunciou sua entrada no México, sua primeira expansão internacional. A filial argentina foi aberta sob a marca “Nu”, a mesma usada para o México.

"O Nubank iniciou uma revolução financeira há seis anos e mudou para sempre a indústria no Brasil, ampliando a concorrência e oferecendo melhores serviços para milhões de consumidores. Entramos no México recentemente e agora estamos dando o próximo passo para levar nossa revolução também para a Argentina," disse David Vélez, fundador do Nubank, em comunidado à imprensa. 

Até o momento, o Nubank já arrecadou cerca de US$ 420 milhões em sete rodadas de investimento com grandes fundos como Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management, QED, Founders Fund, DST Global, Redpoint Ventures, Ribbit Capital, Dragoneer Investment Group, Thrive Capital e Tencent. E esse valor deve aumentar: na semana passada, uma fonte familiarizada com o assunto disse à agência de notícias Reuters que a fintech está negociando receber um aporte liderado pelo grupo japonês SoftBank.

O Nubank tem no Brasil cerca de 8,5 milhões de clientes e mais de 9 milhões na América Latina.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato